Recrutamento em TI: o que você precisa saber antes de contratar profissionais da área

Atualmente, praticamente todas as atividades do nosso dia a dia envolvem tecnologia, o que é ainda mais gritante se pensarmos no cotidiano das empresas. Dessa forma, o recrutamento em TI virou uma necessidade para qualquer empreendimento, independentemente do ramo de atuação ou tamanho do negócio.

Isso acontece porque sem a presença do profissional de tecnologia da informação não seria possível desenvolver ferramentas como softwares, sites, aplicativos, entre outros.

Seja para comunicação interna ou externa, você verá neste artigo por que o recrutamento em TI é tão importante e como escolher o profissional certo pode impactar no desenvolvimento empresarial.

Você precisa de um profissional de TI na sua equipe 

Seja em maior ou menor grau, toda empresa precisa lidar com tecnologia. E para que esse trabalho seja bem feito é necessário ter um profissional da área na sua equipe.

Mas o recrutamento em TI é algo mais complicado do que parece. 

Antes de contratar um profissional de tecnologia da informação é preciso definir seus objetivos: essa pessoa vai apenas desenvolver um aplicativo de compras para empresa ou vai ficar responsável pela comunicação interna dos funcionários? 

Essa primeira etapa do recrutamento em TI é importante porque é nesse momento que o perfil do profissional será formado. 

Se seu intuito é a criação do app, por exemplo, não é tão importante que o candidato esteja alinhado com os valores da empresa já que será um trabalho de curto prazo. 

Nesse caso, o profissional de TI atua apenas como prestador de serviços, ou seja, ele não será parte fixa da equipe. 

Por outro lado, se seu objetivo é reter esse talento aí o processo fica um pouco mais específico. 

Além de ser um profissional capacitado, é interessante que o candidato tenha outras habilidades que sejam importantes para o negócio.

Requisitos esperados do profissional de TI 

Não basta dominar algumas linguagens da programação, é esperado que o profissional de TI também tenha qualidades como boa comunicação, ser fluente em outra língua e saber trabalhar em equipe. Foto: Nappy

– Domínio de pelo menos duas linguagens da programação; 

– Conhecimento em engenharia de software; 

– Experiência no desenvolvimento de sites (Front-end e Back-end);

– Inglês fluente; 

– Saber trabalhar em equipe 

Esses são alguns dos principais requisitos esperados para qualquer profissional de tecnologia da informação, seja ele júnior, pleno ou sênior. 

Dependendo da função a lista de habilidades pode ser maior e bem mais exigente que o tradicional. Tudo vai depender do tipo de candidato que a empresa estiver procurando. 

Vale ressaltar que o mercado de TI é muito dinâmico, ou seja, por mais que o profissional seja expert em programação, é fundamental que ele também seja comunicativo, proativo e saiba analisar suas criações com os olhos de consumidor. 

Ninguém quer um profissional engessado e isso também vale para quem é da área de tecnologia da informação. 

Nível de experiência é fundamental para colocar objetivos em prática 

Após fazer uma análise sobre o tipo de serviço que você precisa e o perfil ideal do candidato, é hora de definir o nível de experiência do profissional que você quer no seu time. 

Dependendo da complexidade do trabalho essa resposta surgirá automaticamente. 

Júnior, pleno ou sênior 

Quanto mais experiência o candidato tiver maior será sua capacidade de entrega e, consequentemente, maior será o salário. Foto: Nappy

Já falamos aqui sobre os diferentes salários do profissional de programação em seus diferentes níveis de experiência. 

Antes de colocar em prática o recrutamento em TI é importante levar em consideração a faixa salarial do profissional. 

Assim como em qualquer outro segmento, o candidato júnior é aquele que saiu recentemente da faculdade e, geralmente, possui pouco ou nenhuma vivência na área.

Se a empresa não tem caixa disponível para investir num profissional com mais experiência, o candidato júnior é a escolha certa. Mas lembre-se: não adianta economizar no investimento se você espera grandes resultados. 

Nesse caso, talvez seja melhor contratar alguém com mais anos de estrada. 

De qualquer forma, não deixe de investir em tecnologia na sua empresa!

Não estamos falando de algo supérfluo e sim de um fator fundamental para garantir o sucesso dos negócios. 

O investimento em TI é contínuo e não deve ser deixado de lado em hipótese alguma! 

Quer uma sugestão? 

É possível mesclar funções e ter mais de um profissional da área na equipe. 

Você pode contratar um programador júnior para cuidar da tecnologia interna da empresa e deixar que um profissional mais experiente desenvolva ferramentas mais complexas, por exemplo. 

O importante é garantir que o profissional de TI esteja presente. 

Reter talentos é um dos grandes desafios do recrutamento em TI

Por ser um mercado altamente competitivo, a rotatividade dos profissionais de TI é alta.

Novas tecnologias surgem a todo momento e as empresas sempre estão em busca de profissionais capazes de atender novas demandas.

Na prática, isso significa que diversos profissionais passam pelo mesmo cargo sem continuar na empresa. E nem sempre isso é o ideal para quem contrata.

Fidelize seu funcionário

Já que o profissional de tecnologia da informação é tão importante para o desenvolvimento de qualquer empresa, nada melhor do que aprovar um candidato que cumpra todos os requisitos e ainda esteja interessado em crescer com a equipe.

Ao mesmo tempo que a empresa espera que o candidato tenha diversas habilidades, o profissional também tem expectativas quanto ao cargo.

Para reter funcionários é necessário:

– Oferecer um salário condizente com o cargo exercido;

– Garantir que o funcionário tenha outros benefícios como vale refeição e transporte;

– Oferecer cursos e treinamentos para contribuir com o crescimento pessoal e profissional do colaborador;

– Desenvolver uma cultura organizacional positiva que favoreça a continuidade de todos os funcionários na equipe.

Agora se você quer reter bons funcionários mesmo é necessário:

– Dar significado para o projeto;

– Mostrar os impactos sociais e econômicos que aquele projeto vai gerar para sociedade;

– Mostrar constantemente as dores que o cliente busca resolver com aquelas tecnologias;

– Oferecer a oportunidade de trabalho remoto;

– Desenvolver situações de quebra de padrão e engajamento;

– Separar dias do mês para jogos, videogames e brincadeiras com times formados pelos funcionários; 

– Dar oportunidade para pessoas de baixa renda em situação de vulnerabilidade econômica e/ou social.

Mãos à obra

Agora ficou mais fácil de colocar em prática o recrutamento em TI na sua empresa!

Mas se você estiver em busca de profissionais qualificados e ainda não sabe por onde começar, clique aqui e descubra o que podemos fazer por você. 

Veja algumas das possibilidades que a {Parças}™ pode gerar para você:

Encomendar Bootcamp | Abundância de Propósito

Inscrição Bootcamp CYBER| Quebrada

Inscrição Bootcamp PRO| Ressocialização

Processo Seletivo p/ E-commerce | Loja Virtual 

Mentor(a) Voluntário de Desenvolvimento Técnico  

Mentor(a) Voluntário de Inteligência Emocional

Tiete Cyber| Quebrada