Bootcamp: entenda o que é e como funciona

Se aperfeiçoar em alguma área profissional não é tarefa fácil. Cursos ou especializações demandam tempo e investimentos a longo prazo, e essa nem sempre é uma opção viável para todo mundo. Para quem busca resultados rápidos e eficientes o bootcamp é uma alternativa mais do que recomendada por oferecer em um só lugar e de uma só vez tudo o que o profissional precisa para se capacitar e fazer a diferença no mercado. 

Muito conhecido nos Estados Unidos, essa técnica de ensinar está ganhando cada vez mais espaço no Brasil e já é muito conhecida em algumas áreas como tecnologia e games

Neste artigo você vai conhecer a origem do bootcamp e como ele pode ajudar profissionais de TI a se diferenciarem no mercado. Vamos lá? 

De onde surgiu o termo bootcamp

O termo bootcamp surgiu nos campos militares dos Estados Unidos como definição dos treinamentos imersivos que os soldados americanos faziam antes de ir para a guerra. 

Com o passar dos anos, o termo se popularizou e passou a ser muito utilizado por startups do Vale do Silício como sinônimo de uma aprendizagem imersiva, intensiva e acelerada (algo muito semelhante à própria natureza das empresas de tecnologia).

O que é e como funciona o bootcamp

O bootcamp é uma imersão em determinada área ou tema específico durante um curto espaço de tempo. 

Enquanto uma pós-graduação tradicional leva geralmente dois anos para ser finalizada, o bootcamp é feito em algumas semanas (ou até menos dependendo do programa em questão). 

Na maioria dos casos, o bootcamp é realizado num lugar específico para que os participantes fiquem isolados e realmente imersos durante o programa. 

A intenção é justamente essa: esquecer o mundo lá fora e focar apenas no que será estudado ali. 

Como funciona o bootcamp em TI 

Programas de bootcamp são tão eficientes que alguns alunos, mesmo sem experiência na área, já saem com emprego garantido em áreas de TI. Foto: Nappy

Quem é da área da tecnologia da informação e tem vontade de se aperfeiçoar ou começar na profissão do zero precisa conhecer como funciona o bootcamp em TI. 

Por ser uma área muito ampla e cheia de oportunidades, o bootcamp voltado para o mercado de TI é bem específico. É possível encontrar imersões voltadas para desenvolvedores, análise de dados, inteligência artificial, games, entre outros. 

Mesmo quem não tem experiência na área pode sair do bootcamp altamente capacitado para disputar uma vaga no mercado de trabalho.

Vantagens do bootcamp 

Além de desenvolver novas habilidades e aprender conceitos de forma mais rápida e eficiente, o bootcamp promove o networking entre os participantes, algo fundamental em qualquer profissão. Foto: Nappy.
  • Economia de tempo e dinheiro 

Nem todo mundo tem recurso suficiente para gastar durante anos em cursos de graduação ou especialização. 

E mesmo com dinheiro disponível, o tempo é um fator importante para a continuidade dos estudos. Estudar leva tempo (e muito!). 

E quem opta pelo bootcamp já resolve esses dois problemas de uma só vez já que programas de imersão são mais rápidos e acabam saindo bem mais baratos que cursos tradicionais. 

  • O candidato aprende na prática 

O próprio conceito de bootcamp é sair da teoria e aprender na prática. 

Além de aprender conceitos importantes de TI, o bootcamp incentiva a resolução de problemas reais durante a imersão, criando situações que acontecem no dia a dia de grandes empresas. 

Até porque do que adianta participar de um intensivão se não for pra sair de lá afiado e pronto pro mercado? 

  • Grandes chances de contratação 

Um dos principais objetivos do bootcamp é deixar o candidato apto para disputar vagas da área, mas não apenas isso: é fazer com que o candidato seja contratado assim que finalizar o programa. 

Como boa parte dos bootcamps são realizados por empresas privadas que já têm certa demanda por profissionais da área, alguns candidatos já saem da imersão empregados. 

Vale ressaltar essa questão porque o bootcamp é uma grande oportunidade de formar e reter talentos. 

Por ser um modo de aprendizado completamente imersivo e intenso, é possível acompanhar de perto o desenvolvimento do candidato e a maneira como ele resolve problemas, características fundamentais em profissionais de tecnologia da informação. 

E quem pretende participar de bootcamps de TI precisa saber que há vagas disponíveis para quem é da área. 

Segundo a Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), a demanda por profissionais de tecnologia da informação cresceu 1,18% em 2020, principalmente por conta da pandemia. 

Falta de profissionais qualificados faz parte da realidade do setor 

Ao mesmo tempo em que há vagas disponíveis, o mercado de TI enfrenta um déficit de profissionais qualificados que, segundo a Brasscom, pode chegar a 24 mil funcionários por ano até 2024. 

O estado que mais depende dessa mão de obra é São Paulo com demanda de 42,9%. 

Tal cenário não condiz com o potencial do setor que representa 6,8% do PIB brasileiro, movimentando R$494 milhões ao ano.

Mais um motivo para colocar bootcamps em TI no seu radar, não é? 

Agora que você já sabe o que é bootcamp, que tal  conhecer iniciativas inovadoras de tecnologia da informação e não sabe por onde começar? Conheça algumas das possibilidades que a {Parças}™ pode gerar para você:

Encomendar Bootcamp | Abundância de Propósito

Inscrição Bootcamp CYBER| Quebrada

Inscrição Bootcamp PRO| Ressocialização

Processo Seletivo p/ E-commerce | Loja Virtual 

Mentor(a) Voluntário de Desenvolvimento Técnico  

Mentor(a) Voluntário de Inteligência Emocional