RH Tech: tecnologia, recrutamento e contratação de profissionais de TI

A presença de recursos tecnológicos passou a ser realidade para o RH de diversas empresas na hora de recrutar e selecionar candidatos do mercado de tecnologia da informação. Agora, tecnologia, recrutamento e contratação andam juntos para atingir o mesmo objetivo: facilitar e aprimorar as escolhas na hora de selecionar candidatos qualificados para uma vaga de trabalho. 

Mesmo com alta na procura de profissionais de TI, a tendência é que o setor enfrente um déficit de 24 mil funcionários por ano até 2024, segundo a Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação).

Com tantos profissionais disponíveis em busca de trabalho, como escolher o melhor candidato durante o recrutamento? 

Tecnologia, recrutamento e contratação: novos tecnologias, novas soluções 

O mercado de tecnologia muda a todo momento. 

Novas aplicações são desenvolvidas enquanto outras caem em desuso e justamente por esse motivo é tão importante ficar por dentro das tendências do setor, especialmente quando falamos de tecnologia para o recrutamento e contratação de novos profissionais.

Muitas empresas já fazem uso de recursos como inteligência artificial e análise de dados para avaliar currículos e realizar entrevistas, mas mesmo com ferramentas como essas nem sempre é possível garantir que o recrutamento será bem aproveitado e apresentará bons resultados. 

E é claro que quando existem demandas no mercado aparecem soluções para resolver problemas, caso das RH Techs como você verá a seguir. 

RH Tech: tecnologia, recrutamento e contratações otimizadas em um só lugar

RH Tech: empresas de tecnologia com serviços especializados voltados para área de Recursos Humanos com o objetivo de otimizar processos de recrutamento e seleção em TI. Foto: Nappy

RH Tech ou HR Tech (tradução de Human Resources) são empresas de tecnologia que desenvolvem soluções para área de Recursos Humanos. 

Você já deve ter percebido que recrutar e selecionar candidatos da área de tecnologia não é algo tão simples quanto parece. 

Um simples erro na descrição da vaga ou ignorar alguma característica importante do fit cultural pode colocar a perder todo o recrutamento e, com ele, o investimento do processo. 

Muitas empresas investem pesado para encontrar profissionais de TI à altura do serviço, mas isso não garante o sucesso da seleção. Inclusive, contratações equivocadas ou erros em processos seletivos estão entre os principais motivos para o alto turnover das empresas. 

Já dá para fazer uma ideia de como é importante garantir que esse trabalho seja bem feito, não é mesmo? É aí que entra o RH Tech: um serviço especializado para auxiliar em processos de R&S. 

E já que estamos falando de tecnologia, nada mais justo do que empregar recursos tecnológicos na seleção de candidatos. 

Tecnologia, recrutamento e contratação: tendências de R&S para o mercado de tecnologia da informação 

Seja a partir de RH Techs ou de processos desenvolvidos pelo próprio RH da empresa, é fundamental estar atento às tendências do setor e acompanhar os principais recursos utilizados em R&S de outras organizações. Foto: Nappy

#1 RH Tech: equipe capacitada

Como citamos anteriormente, ter uma equipe com conhecimento e experiência em TI é a cereja do bolo antes e durante o recrutamento. 

Falar a mesma língua do candidato em termos técnicos e práticos torna o processo mais eficiente e certeiro. 

#2 Processo seletivo eficiente 


Para uma boa contratação na área de tecnologia é necessário que o recrutador seja no mínimo criativo. 

Métodos tradicionais de contratação como enviar um currículo técnico por e-mail e esperar ser chamado para entrevista estão cada vez mais em desuso. 

Utilizar ferramentas para tornar o R&S mais interessante e atrativo, além de engajar candidatos, torna a experiência mais positiva e proveitosa ao invés de ser apenas mais uma entrevista de emprego. 

#3 Flexibilidade no modelo de contratação

Com a pandemia do novo coronavírus ficou ainda mais evidente a necessidade de adaptar trabalho presenciais para modelos mais flexíveis como o home office, por exemplo. 

A partir de agora, trabalhos mais flexíveis serão bem mais atrativos para o candidato e podem, inclusive, ser fator decisivo na hora de aceitar ou não a vaga de emprego. 


#4 Benchmarking

Saber o que a concorrência está fazendo é um ótimo termômetro para avaliar os próprios processos de contratação.  

Não estamos falando sobre copiar o que dá certo em outras empresas, mas sim de reconhecer possíveis falhas internas e melhorá-las para processos futuros. 

Vale lembrar que muitas vezes o candidato não está pleiteando por uma vaga apenas na sua empresa, mas esperando resultado de outros processos seletivos, ou seja, o profissional tem outras opções disponíveis e conhece o que outras organizações oferecem. 

Por que não ter conhecimento dessas informações para saber o que é relevante ou não para os candidatos? 

#5 Tendência gera tendência


Acompanhar as novidades de recrutamento em TI é o segredo para desenvolver processos atualizados e atrativos para os candidatos. 

Dessa forma, é função do RH estar antenado às tendências de tecnologia, recrutamento e seleção para encontrar os melhores profissionais do mercado. 

Onde encontrar profissionais qualificados? Se você não possui investimentos para implementar o RH Tech na sua empresa e ainda não sabe por onde começar seu processo de recrutamento e seleção em TI, clique aqui e descubra uma iniciativa inovadora que forma profissionais altamente capacitados do mercado de tecnologia da informação.